O que é o Travessia?

O nome Travessia é uma referência ao primeiro projeto de ação afirmativa desenvolvido na Universidade Federal de Goiás entre 2002 e 2004, chamado Passagem do Meio, em alusão à middle passage, que  remete à longa jornada que nossos ascendentes foram obrigados a fazer da África ao Brasil. Travessia é também nossa jornada para ocupar todos os espaços que nos foram, historicamente, negados.

O projeto “Travessia – Curso Preparatório para a Pós-Graduação a nível de Mestrado” é uma iniciativa de ação afirmativa que tem como objetivo viabilizar o acesso de estudantes com condições de competição menos favoráveis à pós-graduação stricto sensu em nível de mestrado. A necessidade do curso se evidencia quando analisamos os resultados de processos seletivos dos programas de Pós-Graduação da Universidade Federal de Goiás (UFG) e verificamos que, mesmo após a adoção de cotas em 2015, por meio da Resolução Consuni Nº 07/2015, a entrada de estudantes pretos, pardos e indígenas ainda representa uma pequena porcentagem e, na maioria dos casos, a reserva de 20% das vagas não é totalmente acessada.

O curso é oferecido por um grupo de estudantes de pós-graduação e professores, com apoio do Núcleo de Estudos Afrodescendentes e Indígenas (NEADI) da UFG e em colaboração com o Núcleo de Pesquisa em Comunicação e Diferença da FIC (Pindoba), o Laboratório de Estudos de Gênero, Étnico-raciais e Espacialidades da UFG (LaGENTE-IESA), o Laboratório de Pesquisas em Educação, Química e Inclusão (Lpeqi), o Obiah – Grupo Transdisciplinar de Estudos Interculturais da Linguagem e o Laboratório Magnífica Mundi, da Faculdade de Informação e Comunicação da UFG.

Clique aqui para acessar o edital do processo seletivo para a turma 2018/02.